Rádio Santanense Fm uma emissora da "Associação Comunitária Cultural Sagrado Coração de Jesus" Localizado na Rua: Acácio Baeta n 99 Bairro: Santanense - Itaúna - MG. Fundada em 05 de Julho de 1997 Emissora da Associação Comunitária Cultural Sagrado Coração de Jesus - Rádio Santanense Fm. CONHEÇA NOSSA HISTÓRIA: ...Surgiu de uma conversa entre os técnicos em eletricidade e eletrônica Industrial, Aposentados Senhor César Rodrigues Monteiro e Geraldo Parreiras Nicácio, Ambos trabalhavam juntos na Companhia de Tecidos Santanense, onde César Rodrigues Monteiro se aposentou. O Senhor Geraldo Parreiras Nicácio transferiu-se para Companhia Industrial Itaunense, onde trabalhou durante 22 anos se aposentou e continuou a trabalhar até que a mesma encerrou suas atividades, requerendo assim sua autofalência. Sempre foram engajados nos movimentos comunitários, sociais, culturais, políticos e religiosos da Comunidade de Santanense, sempre trabalharam juntos voluntariamente em todas as atividades da Paróquia Coração de Jesus, sempre ligados à área da comunicação, prestando serviços voluntários no sistema de som interno, volante e externo da Matriz da referida Paróquia. Foram os dois, os primeiros a ter a ousadia de usar um microfone sem fio com um sintonizador de FM, quando ainda não existia a tecnologia por aqui. O equipamento fora descoberto pelos dois técnicos, em revistas de eletrônica e fora adquirido pelo entusiasta e incentivador o Ilustre Sacerdote de saudosa memória Monsenhor Hilton Gonçalves de Sousa, nesta época, vigário Geral da Diocese de Divinópolis e Pároco da Paróquia Coração de Jesus do Bairro Santanense – Itaúna – MG. Este equipamento foi ligado à primeira vez na recepção dos Freis Franciscanos nas últimas missões realizadas em Itaúna. O Equipamento fez tanto sucesso que foi citado pelo Exmo. e Revmo. Senhor, Padre Frei Gerê, como tema de uma de suas inflamadas pregações durante as missões em nossa querida Paróquia. Eis o que Ele falou: “Jesus mandou os seus discípulos pregarem o evangelho de cima dos telhados, que era o melhor lugar para atingir o maior número de pessoas, hoje eu tenho a felicidade de pregar a palavra de Deus, pela primeira vez em um equipamento moderníssimo, veja bem. Um microfone sem fio em FM”. (Frequência modulada) Semanas Santas de nossa Paróquia por mais de 40 anos, foram responsáveis juntamente com o Senhor Inácio Luiz de Sousa e seus filhos Jurandir e Wagner de Sousa por toda iluminação, força, sonoplastias e efeitos especiais do palco das referidas encenações e do interior da Matriz do Coração de Jesus. Garantiam O áudio para os fiéis com microfones de eletreto alimentados por pilhas, encapados com bambu, que eram pendurados no pescoço dos atores e ligados em amplificadores precários e antigos auto- falantes (Cornetas ou campanas). Eram muito criativos e sempre tiveram o apoio da professora Antônia Alves, Ângela de Sousa, sua equipe e do grande e saudoso Monsenhor Hilton e outros sacerdotes. Depois veio a globalização da tecnologia e ficou mais fácil a aquisição de equipamentos eletrônicos que facilitou mais este trabalho. Estes dois companheiros leigos engajados na Paróquia Coração de Jesus em 1988, ouviram pelo Programa Voz do Brasil, que tramitava no Congresso Nacional um anteprojeto de lei, que, criava um novo modelo de rádio, denominado radiodifusão Comunitária. Naquela Ocasião, Pesquisando, os dois descobriram que já existiam muitas rádios clandestinas funcionando em Belo Horizonte, Uberaba e até mesmo em Itaúna. Citamos aqui como exemplo, da Rádio de uma Igreja evangélica, cujo pastor era amigo dos dois e a Rádio Santana no Auto do Rosário sob a coordenação do Engenheiro Helênio Antônio Lara(em memória) com o apoio do Revmo. Padre. Amarildo José de Melo. Aqui também registramos por justiça a grande ajuda do Senhor Helênio Lara e do Revmo. Padre Amarildo José de Melo então na época vigário de Santana e vigário forâneo. Imediatamente os dois usando de sua vasta experiência, como técnicos montaram um transmissor de FM a válvula e colocaram no ar o pequeno invento, conseguia atingir somente uma pequena parte do Bairro Santanense. Os dois comunicaram o fato ao então Pároco da Paróquia do Coração de Jesus o Revmo. e Exmo. Senhor Padre Gil Antônio Moreira hoje, Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Juiz de Fora – MG. O Padre Gil gostou da idéia e disse, vamos montar uma rádio para o Coração de Jesus Imediatamente os dois concordaram e o Ilustre sacerdote convocou uma reunião do Conselho Pastoral que era coordenado pelo Senhor Geraldo Parreiras Nicácio. comunicou o fato que teve a aprovação da maior parte dos membros que compunham o referido órgão da Paróquia. Um dia após, o Senhor Pároco Convocou uma reunião do Conselho Administrativo que tinha como Coordenador o Senhor Niso Gonçalves de Freitas, Senhor Antônio de Miranda como secretário, e o Senhor Marcílio Magalhães Lopes como tesoureiro, Conselheiros: Geraldo Parreiras Nicácio e Marcio Helênio de Faria. Padre Gil Antônio Moreira colocou o assunto da fundação da Rádio que depois de uma discussão teve a aprovação. Então o Pároco Padre Gil Antônio Moreira autorizou ao Senhor Geraldo Parreiras Nicácio a adquirir os equipamentos necessários para começar as atividades da nova emissora e escolheu como local de funcionamento na época uma das salas do Centro Pastoral “Monsenhor Hilton Gonçalves de Sousa” localizado na Rua Acácio Baeta Nº 99 no Bairro Santanense. Nesta mesma data como o mandato do já citado, Conselho Administrativo estava vencido, o Revmo. Padre Gil nomeou o novo conselho que ficou assim constituído: Presidente Padre. Gil Antônio Moreira: Coordenador, Geraldo Parreiras Nicácio: Secretária, Antônia Alves de Jesus: Tesoureira: Sônia Maria Alves, Conselheiros: Marcio Helênio de Faria e Dimas Calisto e como assessor jurídico o conceituado advogado Dr. Tirézio Geraldo Gomes. Nesta mesma Reunião o Dr. Tirézio orientou ao Padre Gil, que para começar as atividades da rádio, embora a lei ainda estivesse tramitando no Legislativo Federal, Era de fundamental importância fundar uma associação sem fins lucrativos, que seria a entidade mantenedora da emissora. Todos concordaram e a Assembléia Geral, foi convocada e marcada para o dia 05 de julho de 1997 as 09:00h No já citado, Centro Pastoral. No dia e hora marcada, em primeira convocação foi realizada a mencionada Assembléia Geral. Estavam presentes as seguintes pessoas: Padre Gil Antônio Moreira, Geraldo Parreiras Nicácio, José Eduardo Rocha César Rodrigues Monteiro, Antônia Alves de Jesus, Helenita Alves, Márcio Helênio de Faria, Maria Luzia da Consolação de Sousa, Marcílio Magalhães Lopes José de Assis Braga, Elizabeth Coutinho Magalhães, Geraldo Alves de Oliveira Junior, Antônio Júlio Campanha, David Ferreira de Morais, Maria Conceição Leroy Barros, Tereza Cândida Damasceno, Emersom José da Cunha, Wagner Dias Santos, e Wender Daniel da Silva. A reunião foi presidida pelo Senhor Geraldo Parreiras Nicácio assessorado pelo Dr. Tirézio Geraldo Gomes e secretariado pelo Senhor José de Assis Braga. A primeira diretoria foi indicada por aclamação e ficou assim constituída: Presidente: Padre Gil Antônio Moreira. Diretor administrativo: Geraldo Parreiras Nicácio e Secretário o Senhor José Eduardo Rocha. Dr. Tirézio e o Senhor José Braga ficaram encarregados de Redigir os Estatutos sociais da entidade e a ata de fundação, registrarem e certificarem em Cartório. O presidente nomeou como diretor técnico o Senhor César Rodrigues Monteiro e como tesoureiro Senhor Márcio Helênio de Faria. Ficaram também formados mais dois órgãos na entidade: Conselho Comunitário de Comunicação Social e Conselho Fiscal, cujas funções estão na ata de fundação que acompanha esta matéria e nos referidos estatutos. Neste dia O Grêmio Paroquial através de seu Presidente Senhor Márcio Helênio de Faria fez a primeira doação no valor de R$2.000,00 dois mil reais para comprar o primeiro transmissor e o gerador de Stério, O'Que foi adquirido na mesma semana, juntamente com antena e cabo para a mesma, conforme nota fiscal arquivada na sede da entidade. uma semana depois, adquiriu também um compressor de áudio que deu outra qualidade ao áudio da emissora, comprou também um grande número (cd’s) e mais adiante o primeiro micro computador e pagou a construção da torre que suporta a antena que foi construída pelos Senhores: Adebar José Nicácio e o Vander Lúcio Nicácio Parreiras. A Paróquia também custeou o material para aterramento. O contador responsável, sempre foi o renomado contabilista itaunense Fernando Franco. Agradecimento aos vereadores Donizete Geraldo de Lima e Rossi Andrade, que através do Senhor Prefeito Municipal, Senhor Eugênio Pinto, que em seu primeiro mandato, nos concedeu uma subvenção Social no valor de R$5.000,00. Esta subvenção nos possibilitou a aquisição de um transmissor reserva 02 microfones profissionais, um processador de áudio, um cabo e antena que muito melhorou nossa qualidade de áudio e prestação de serviços. A eles nossa profunda gratidão. Agrademos aqui também os vereadores Lucimar Nunes Nogueira e Márcio Bernardes que muito tem nos colaborado. A Eles nossa profunda gratidão. Nossa eterna gratidão aos Revmos. Padres Geovane Wan de Lar e o Padre Ulysses César Nogueira Alvim, que sempre nos apoiaram e incentivaram, nesta caminhada da pregação do evangelho através dos meios de comunicações Sociais. Não podemos nunca esquecer neste pequeno resumo, dos Padres filhos de nossa Comunidade que sempre nos abençoaram e incentivaram: Os Reverendíssimos Padres: José Luís de Freitas, Ciro Teixeira, (em memória) Antônio Ricardo Emerson José da Cunha, Agnaldo Gomes, Padre Neider Gonçalves de Freitas e Padre Daniel. Aos Comerciantes e aos empresários, que sempre nos deram seu incentivo através de seu apoio Cultural nossa gratidão, que Deus na sua infinita bondade, lhes recompensem, concedendo – lhes muita saúde paz felicidade e prosperidade completa. Aos nossos ouvintes, razão principal do nosso existir, nossa sincera homenagem e gratidão. Ao longo dos anos tornaram – se Sócios Participantes: José Rodrigues fez ótimos programas religiosos, trabalhou em muitas reportagens e coberturas de eventos e também colabora nas transmissões de eventos. O Senhor José Rodrigues na parte técnica. Isto só foi o início, para uma longa e sofrida história de três anos para conseguir a legalização e concessão que só saiu no ano 2000, quando o então na época o diretor administrativo Geraldo Parreiras Nicácio apoiou de forma aberta e pública ao então eleito Prefeito Municipal o Senhor Osmando Pereira da Silva que ao tomar posse na Prefeitura Municipal de Itaúna convidou o Senhor Geraldo Parreira Nicácio para ser seu Assessor Parlamentar. O mesmo continuou como diretor Administrativo de nossa entidade mantenedora. Logo nos primeiros dias de janeiro de 2000, com todos os documentos exigidos pela ANATEL Agência nacional de Telecomunicações e Ministério das Comunicações, os dois viajaram a Brasília por duas vezes e conseguiram a licença de funcionamento junto ao Ministro João Pimenta da Veiga. Dai para frente foi só trabalhar e conseguir o sucesso e a grande prestação de serviços à comunidade. Aqui vale mencionar que a rádio está toda equipada e informatizada, transmitindo em FM (Freqüência Modulada) 98,7 MHz. Não podemos aqui deixar de registrar os constrangimentos sofridos por nossos primeiros dirigentes como, por exemplo, antes da licença, o fechamento da emissora, por denuncias de outras emissoras, o processo na Polícia federal, onde o presidente da entidade seria indiciado, mas, para não manchar o nome do sacerdote, o Senhor Geraldo Parreiras Nicácio assumiu a culpa, foi processado e absolvido pela magnífica defesa do Dr.Tirézio Geraldo Gomes. A entidade foi declarada como entidade de utilidade pública pelo empenho de nosso Diretor Administrativo Geraldo Parreiras Nicácio, em janeiro de 2006, junto ao vereador Donizete Geraldo Lima do qual era assessor de gabinete na Câmara Municipal de Itaúna. O referido Projeto, de lei Nº 065/2006 de autoria do referido Vereador, que foi apoiado e aprovado por todos os seus pares, em 16 de maio de 2006. A declaração com todos os seus trâmites estão arquivadas na sede da entidade. A Rádio Santanense FM: Ao longo destes 24 anos dentro de sua programação, veicula gratuitamente todos os avisos de utilidade pública, tais como: Notas de falecimento, extravios de documentos, perda de chaves e animais e até mesmo de pessoas desaparecidas. Transmite todos os eventos da comunidade, tais como: Missas, cultos e festas tradicionais. Também divulga todos os avisos que todos os locutores e apresentadores de programas são voluntários assim como também todos os diretores e membros dos conselhos exercem suas funções gratuitamente. Lembramos com alegria que daqui ,desta modesta emissora, já saíram vários locutores que hoje estão trabalhando em emissoras conceituadas e exercendo cargos importantes nas áreas de comunicação de vários órgãos públicos. Lembramos hoje com muita gratidão dos nossos companheiros que partiram para a casa do pai. São eles: César Rodrigues Monteiro, Dr. Tirézio Geraldo Gomes, José Luís de Sousa, Antônio Pereira Rodrigues e Geraldo Luiz Silva. Divulgamos também os avisos dos poderes constituídos, tais como: Prefeitura Municipal de Itaúna, Câmara Municipal de Itaúna, poder Judiciário e Ministério Publico de festas de todas as entidades do bairro, como por exemplo: Escola Estadual Dona Judith Gonçalves, Escola Municipal Sousa Moreira, Grêmio Paroquial Dom Cristiano, Praça de Esportes de Santanense, Clube de mães “Amélia Ribeiro” Associações, Pastorais e movimentos da Paróquia do Coração de Jesus. A emissora também divulga todas as campanhas em prol dos mais humildes, principalmente os da Sociedade de São Vicente e Paulo, da Pastoral da Saúde, da Creche Maria Madalena Penitente e do Posto de Saúde Maria das Mercês (Tuca). Vale salientar que para os Bairros onde nossa emissora consegue atingir prestamos os mesmos serviços. Este é um pequeno resumo da atuação importante de nossa Rádio para a Comunidade, que cumpre mais do que satisfatoriamente sua função social, prestando os mais diversos serviços à comunidade atendida, além de levar informações, lazer e Cultura à comunidade. Passaram pela presidência da Associação até o presente momento: Padre Gil Antônio Moreira, César Rodrigues Monteiro, Geraldo Pareiras Nicácio, Sandra Barbosa Ferreira Dias e o Revmo. Padre Ulysses César Nogueira Alvim o Revmo. Padre Antônio Carlos Pouza Pároco da paróquia Coração de Jesus de Santanense – Itaúna – MG E hoje o atual presidente: José de Assis Braga. Padres que passaram pela paróquia durante a existência da rádio: Os Reverendíssimos Padres: Gilmar Pinheiro Marques, Walmir Ferreira B’essa, Padre Adilson Neres Vieira, Padre Ulysses César Nogueira Alvim e P.e Antônio Carlos Pouza. Sem mais... Agradecemos a você ouvinte pelo carinho e a audiência